Comitê de Segurança debate dispositivo de ancoragem e de acesso para trabalho em altura

O Comitê Permanente Regional sobre Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção de Piracicaba (CPR) recebe nesta manhã de sexta-feira, 15 de fevereiro, Reinaldo Leci, da Meio Equipamento de Segurança, para debater “dispositivo de ancoragem de acesso para trabalho em altura”. O evento acontece a partir das 9 horas, na sala 4 da Pós Graduação da Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba (Fumep).  

Em Piracicaba, o CPR foi criado em agosto de 2003, e as reuniões e palestras são voltadas a discutir medidas e normas visando a ampliar a segurança no setor da construção civil. “A partir das discussões que acontecem nestes encontros, buscamos tirar proposta para ajudar a definir ações para combater ações que ferem a legislação estabelecidas em normas de segurança e garantir que o trabalhador da construção civil atue de forma segurança, sem colocar sua saúde e segurança em risco”, destaca o presidente do Sinticompi, Milton Costa.

Atualmente, o CPR é coordenado pelo engenheiro Eduardo Buoso, do Cerest, e ele conta que a palestra tem a finalidade de ampliar a segurança no trabalho em altura. O CPR tem reuniões mensais, além de discussões permanentes, visando ampliar a segurança do trabalhador que atua no setor da construção civil. Em Piracicaba, o CPR atua de forma tripartite, com a participação de representantes dos trabalhadores, empresários, poder público, como o Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) e Ministério do Trabalho, e também das escolas técnicas.

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124