Comitê de segurança debate sistema de ancoragem e movimentação de grua na construção civil

O Comitê Permanente Regional sobre Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção de Piracicaba (CPR) discute nesta manhã de sexta-feira, 20 de outubro, a “ancoragem – sistema desenvolvido pela Construtora Rio Verde” e a “Movimentação de Grua”. O evento acontece na Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba (Fumep) – avenida Monsenhor Martinho Salgot, 560, bairro Areião – bloco da pós-graduação (sala 2), a partir das 9 horas, e será marcado por palestra do técnico de segurança do trabalho Daniel Pettan, enquanto que o diretor comercial da Center Cabo -  Guindaste Brasil, Paschoal da Silveira Nunes Filho aborda a movimentação de grua.

De acordo com o atual coordenador do CPR, Marcelo Marques, que representa a Ascopi (Associação das Construtoras de Piracicaba) no Comitê, o trabalho em altura está, juntamente, com o soterramento e o choque elétrico, entre os maiores causadores de acidentes no setor da construção civil. “A nossa finalidade é sempre de debater as normas e capacitar os profissionais que atuam no setor, principalmente os técnicos de segurança, para que o trabalhador possa desenvolver suas atividades com total segurança”, conta.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Piracicaba (Sinticompi), Milton Costa, que integra o CPR, a intenção desta palestra é debater com os técnicos de segurança, engenheiros e profissionais da área medidas para evitar acidentes de trabalho. “No setor da construção civil, há diversas atividades que são desenvolvidas que são desenvolvidas tanto com o sistema de ancoragem como com movimentação de grua, como uma série de medidas para se evitar possíveis acidentes”, conta.

O CPR atua de forma tripartite, com a participação de representantes dos trabalhadores, empresários, governo e também das escolas técnicas. Em Piracicaba, o CPR foi  criado em agosto de 2003, e sendo vinculado ao Comitê Permanente Regional – Estadual. O comitê tem reunião mensal e promove  palestras e debates  para discutir medidas e normas voltadas a ampliar a segurança no setor da construção civil.  O CPR, além de  Marcelo Marques, Milton Costa, ainda é composto por representantes dos empresários, do Ministério do Trabalho, do Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) e das áreas da educação e da segurança.

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124