Conespi e construtoras firmam parceria para reformar prédio da DIG/DISE

Atendendo a pedido do novo delegado da DIG/DISE (Delegacias de Investigação sobre Entorpecentes e de Investigações Gerais), Vagner Romano, o Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba) firmou, através do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Piracicaba (Sinticompi), conseguiu parcerias com construtoras da cidade para realizar reformas no prédio que estão funcionando. Detalhes do início das obras de melhoria do prédio, localizado no cruzamento das ruas Moraes Barros com Tiradentes, no centro da cidade, foram tratados nesta manhã, em encontro do presidente do Sinticompi, Milton Costa, com o delegado Vagner Romano, e o empresário José Cione Filho, da Construcione, e o engenheiro Marcos Teixeira, da Construtora Encinger. O advogado Sérgio Spenassato também participou da reunião.

O Conespi decidiu auxiliar na reforma do prédio atendendo apelo do delegado, que busca melhorar a estrutura das delegacias para o desenvolvimento do serviço de inteligência da polícia na cidade, no combate ao crime. Conforme Milton Costa, na próxima semana será iniciada a reforma da parte elétrica, serviço a ser desenvolvido pela Encinger, que, inclusive, irá fornecer a mão-de-obra para a realização dos demais procedimentos no prédio. Já a Construcione irá oferecer o material para início das reformas, como da construção de uma cela adequada para o prédio, que hoje conta com uma improvisada.

Em encontro com diretores do Conespi, no último dia 17 de maio, o novo delegado contou que assumiu a DISE e a DIG em 15 de abril último, atendendo convite do Delegado Seccional Américo Sidnei Rissato, e do Diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior – DEINTER-9, Kleber Antonio Torquato Altale, em substituição ao então delegado Demétrios Godin Filho, e iniciou um trabalho de melhorar as condições gerais do prédio. A ideia é melhorar o prédio, que não conta com uma cela adequada e carceragem para o recolhimento de presos, uma vez que as delegacias recebem investigados, pessoas suspeitas e presos. Com as adequações necessárias, o delegado disse isso facilitará o trabalho tanto de investigações gerais como de combate ao tráfico, que devem trabalhar de forma independente, seguindo o padrão DEISE/DENART (Departamento Estadual de Investigações Criminais e o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico), o que tem total apoio do Conespi, conforme o seu presidente Wagner da Silveira, o Juca dos Metalúrgicos. “Diante do pedido do delegado, iniciamos dentro do próprio Conespi contato com os nossos sindicatos filiados e conseguimos, através do Sinticompi a possibilidade de firmar esta parceria, que, com certeza, irá ajudar a atender as demandas do delegado, para que possa desenvolver um bom trabalho em nossa cidade”, ressalta o presidente do Conespi.

Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124